Virtualmente desinteressante

Virtualmente
desinteressante!

1494955184_Arquivozicard

Meus amigos, fica claro nesta pesquisa que o mercado de óculos virtuais vai demorar um pouco para crescer, mas não se enganem, é de enorme potencial.

Principalmente nas idades mais avançadas onde, em teoria, o poder aquisitivo é maior, o desinteresse também sobe, porém, a meu ver, é no mercado institucional que esse produto vai crescer muito até chegar ao consumidor final.

Já é comum uma grande construtora não investir milhões na decoração de um apartamento ou de um escritório ao apresentar o propect. Hoje, com o VR, o executivo de vendas da construtora leva o empreendimento até o prospect com todas as áreas do edifício, e não apenas o apartamento, para o cliente ver com uma perfeição impressionante o que ele está comprando.

Com uma gravação em 360°, a realidade virtual provoca a sensação real de “estar” presente em um local que ainda não existe.

Na área médica, também já é muito utilizado em programas de fisioterapia de diversas especialidades para diversos problemas físicos ou mental.  É claro que, são centenas de oportunidades de negócio que ainda absorverão esse produto e essa nova técnica de venda. Sem dúvida um grande mercado futuro, apesar da pesquisa acima.