Imortal, ou como seguir adiante?

zicard-imortal-materia1

IMORTAL, OU COMO SEGUIR
ADIANTE?

Montserrat Caballé e Freddie Mercury perguntam, e se perguntam, “How Can I Go On?” – “Como posso seguir em frente? Será que há alguém aí para acreditar em mim?”.

A resposta é: depende.

Enquanto testemunho o caos tomar conta do mercado publicitário e promocional, e anunciantes debruçando-se sobre planilhas excel, respiro fundo e concluo: o mundo não vai acabar, as pessoas, mesmo reduzindo, continuarão consumindo, frequentando lojas e supermercados, visitando os parques nos finais de semana e compartilhando sentimentos, angústias, crenças, sonhos. Na pizza do domingo, nas redes sociais de todo o dia.

Provisoriamente, as verbas da comunicação se reduzem, as empresas se retraem e as oportunidades multiplicam-se. Prevalecem as empresas que, além de não se intimidarem ou recolherem, blindaram-se pela força e qualidade de suas MARCAS.

Em momentos como esses, as perspectivas das empresas e seus produtos estão diretamente relacionadas à qualidade e consistência de seus investimentos no processo de BRANDING. Assim, o grau de exposição a crise será tão maior ou menor quanto a blindagem decorrente da MARCA que construíram.

Não se constrói MARCAS PARA DURAR do dia para a noite. Como nos ensinaram as empresas detentoras de MARCAS LONGEVAS, MARCA não é um destino, é uma trajetória. Com o planejamento e ativação competente das diferentes plataformas de comunicação. Ontem, exclusivamente analógicas; hoje, analógicas e digitais. Na busca incessante pela conquista do alicerce dessas MARCAS. Na busca pela conquista do BIG ASSET.

Sem BIG ASSET, ter MARCAS quase imortais é uma impossibilidade absoluta.

BIG ASSET – Massa conhecida de consumo recorrente. Fonte permanente e generosa de clientes e apóstolos da MARCA. O que é? Como construir? www.zicardttma.com.br