A verdadeira vantagem

news_OP2 (1)

A verdadeira vantagem

Lawrence G. Friedman e Timothy R. Furey, escreveram THE CHANNEL ADVANTAGE. Em um trecho desse ótimo livro, após uma profunda pesquisa em indústrias de sucesso, eles observaram um importante ponto em comum: todas se preocupam muito mais com o “como vender” do que com “o que” vender!

É óbvio que a globalização aglutinou poucas grandes marcas em cada segmento, como eletrônicos, eletroeletrônicos, linha branca, TVs, tablets, computadores etc. No fim, todas as grandes redes de varejo são muito parecidas, pois vendem os mesmos produtos e marcas.

Daí o imenso painel de ofertas e comunicação promocional, o tempo todo fazendo com que o consumidor compre sempre a melhor oferta, não importando em nada a rede em que ele compra. Fidelidade zero!

Nesse modelo, o varejo tenta “fidelizar” o consumidor pelo crédito, amarrando-o sempre pelas prestações de uma compra após a outra, com muito desconto.

O ponto comum no sucesso das redes que se destacaram nos últimos 10 anos é a estratégia — como é mais importante do que o que. Sim, a estratégia de marketing dessas empresas está focada na diferenciação decorrente de como elas vão para o mercado, não do que irão vender.

Primeiramente, todas essas redes de sucesso ampliaram seus canais de venda, on e off-line, criaram serviços diferenciados aos consumidores e tornaram a compra uma experiência única de consumo. Com isso, fidelizaram seus clientes, desenvolveram um “bolsão” de consumidores fiéis, recorrentes e “confortáveis”, pois eles podem comprar pela Internet, tirar o produto na loja, ou comprar por telemarketing e trocar na loja por vale-crédito, no caso de desistirem da compra em 30 dias, etc.

Ou seja, eles estão falando do Big Asset. Conheça no www.zicardttma.com.br.